O CFOP é uma sequência numérica de 4 dígitos que identifica a natureza de circulação de produtos e a prestação de serviços em todo o Brasil, e até mesmo no exterior.

O Convênio S/Nº, de 15 de dezembro de 1970 determinou a sua criação. Inicialmente, o CFOP, por exemplo, só tinha 3 dígitos. Porém, com o passar do tempo, o mercado passou por mudanças e foi preciso criar outros códigos.

Você sabe o que é e para que serve o CEFOP?

Como funciona o CFOP?

Em resumo, o CFOP indica se há ou não recolhimento de impostos sobre produtos transportados e como isso deve ocorrer.

Há uma lógica no posicionamento de cada número na sequência:

  • Primeiro dígito: evidencia se o produto ou a atividade é de entrada ou de saída.
  • Segundo dígito: mostra qual é o grupo ou a operação referida no documento fiscal.
  • Terceiro e quarto dígitos: especifica o tipo de prestação ou de operação.

Como existem mais de 500 códigos, você pode se confundir e precisar consultar o seu contador ou a tabela CFOP atualizada.

Alguns dos seus principais exemplos são:

1.102 – Compra para comercialização
1.556 – Compra de material para uso ou consumo
2.205 – Anulação de valor relativo à prestação de serviço de comunicação
3.201 – Devolução de venda de produção do estabelecimento
1.904 – Retorno de remessa para venda fora do estabelecimento
3.551 – Compra de bem para o ativo imobilizado
5.915 – Remessa de mercadoria ou bem para conserto ou reparo
6.109 – Venda de produção do estabelecimento destinada à Zona Franca de Manaus ou Áreas de Livre Comércio
6.603 – Ressarcimento de ICMS retido por substituição tributária
7.358 – Prestação de serviço de transporte

Em cada um desses casos, o lançamento do CFOP é fundamental para que a própria cobrança realizada pelo Fisco seja, além de assertiva, completamente isonômica. Isto é, nas relações comerciais baseadas no CFOP, o pagamento dos tributos tende a ser justo e transparente.

Para que o seu negócio conte com os vários benefícios propostos pelo CFOP, confira, a partir de agora, as principais vantagens desse tipo de código:

Transparência nas operações

Transparência operacional é um dos mais dificultosos conceitos a ser transformados em prática em toda e qualquer negociação comercial.

No entanto, ao integrar o sistema CFOP em suas vendas e aquisições, você representará legalidade não somente a si mesmo, mas como também para com o seu parceiro de negociação e o mais importante: para o governo em termos legais e jurídicos.

Uma vez que a definição de lisura se coloca como das mais requisitadas por diversos modelos de negócio, a sua reputação passa em muito pelas integrações de códigos como esse.

Além disso, você poderá até não perceber, mas o seu próprio ambiente interno tenderá a, com ações desse tipo, ser otimizado em todos os níveis. Uma das provas mais fiéis dessa teoria pode ser explicada pelo simples – porém altamente eficaz – controle de seu estoque.

Controlar melhor os estoques e pedidos

Para que você não tenha de realizar altos investimentos em reposições de estoque em um curto intervalo de tempo entre uma negociação e outra, levar o CFOP em consideração se coloca como uma das ações mais obrigatórias a ser praticada em sua corporação.

Embora você possa até imaginar que um conceito em nada se assemelha ao outro, a redução de erros e uma melhoria nos resultados de seu estoque passam em muito pela associação efetivada entre o preenchimento da nota fiscal e a divulgação desses dados por meio de um sistema interno.

Mesmo que alguns profissionais considerem a prática burocrática e, justamente por esta razão, não se justifique, a garantia fornecida pelo gesto faz com que, a qualquer prazo, você tenha benefícios em termos financeiros, de organização e, sobretudo, de legalidade jurídica.

A consequência natural do gesto é fazer com que a escassez de produtos passe longe de seu estoque e, com isso, a diminuição de suas perdas também aconteça significativamente.

Conheça os Erros Mais Comuns Que As Pessoas Cometem Na Declaração e Evite Cair Na Malha Fina do IRPF 2020!

Baixar Agora!
100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!